"Você têm que sonhar antes que seus sonhos possam tornar-se reais." (Abdul Kalam)

Sonhar: Ardentemente; Amar:Intensamente; Edificar: para a Glória de Deus!

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Uma paixão: Patins


            A primeira vez que coloquei um patins no pé, eu tinha acabado de completar 4 anos de idade. Os patins ficaram enormes nos meus pés, pois eram de uma vizinha de dez anos. Foi amor à primeira patinada. Enchi tanto a paciência dos meus pais que no natal seguinte ganhei o meu primeiro par. Eles eram reguláveis, e tinham que ser usados de tênis. Como estes:
 
             Tornei-me melhor amiga deles de cara, adorava ir ao Parque da Cidade com meu pai e meus irmãos para andar à vontade. Aos oito anos ganhei meu segundo par, este foi dado por uma prima que mora nos Estados Unidos. Era um patins tradicional, bota branca, que no calcanhar tinham algumas estrelas cor de rosa e as rodinhas eram rosas(duas na frente e duas atrás), parecido com este:



            Aos onze anos, patins estava no auge, só que em vez do modelo tradicional, entrou em cena o in-line. No início do mês de dezembro, meus amigos começaram a ganhar o modelo novo, e eu era uma das poucas que ainda não tinha. Fiquei super chateada, eu tinha certeza de que não iria ganhar. Na noite de natal, quando recebi uma caixa enorme de presente, pensei: “ Não acredito que ganhei uma boneca!” Quando abri, não acreditei no que estava vendo:
 
Logo comecei a me aventurar nos saltos e manobras, descia escadas, pulava caixas empilhadas, apostava corridas. Levei vários tombos, mas dois foram homéricos, por assim dizer. Em um deles quemei...como posso dizer... a dobrinha entre a perna e o bumbum. Rsrsrs...não recomendo shortinhos para a prática de corridas com patins. 

 
           O segundo tombo, foi o pior, eu devia estar com uns treze anos. Eu e uma amiga estávamos pegando'rabeira' na bicicleta de um amigo em uma descida longa. A outra garota estava segurando minha mão e eu estava agachada, no estilo pensador. Ela soltou minha mão e a bicicleta estava rápida demais, tentei ficar em pé e perdi o equilíbrio, me espatifei no chão e saí ralando uns dez metros. Ralei o rosto, os ombros, os braços, as pernas. Minha calça rasgou nos joelhos. Fiquei atordoada, não conseguia ficar em pé. O garoto que estava na bicicleta veio correndo me ajudar, quando olhou para o meu estado, me pegou no colo e saiu correndo comigo para a casa da minha vó. No caminho ele olhou para minha blusa de alcinha e percebeu que estava ensanguentada bem no peito.
          Gente! Eu ralei o peito! Tive que ir pra o hospital, ficou tão feio que parecia que eu havia queimado mesmo. Minha mãe me perguntou no hospital se eu ainda iria andar de patins e eu respondi o óbvio: Claro que vou continuar andando! No final das contas, não fiquei com nehuma marca e continuei me aventurando com os patins. 
          O roller derby me acompanhou por onze anos, já bem gasto, quase rachando, já que não era apropriado para saltos, eu o aposentei.
          Fiquei três anos em abstinência total. Até que em outubro de 2008, meu maridinho me deu de presente um roller stinger, com rolamento abec 5. Senti-me no céu. O Rafa comprou um para ele também, e juntos voltamos a patinar. Minha empolgação foi tanta, que alguns amigos resolveram comprar também e passamos a andar juntos no parque da cidade. Meu patins atual é como este, mas tirei o freio do meu:


           Nesse ano quase não tenho andado, e tenho sentido uma falta enorme. O único exercício que tenho feito é o futsal, e acho que voltando a patinar, vou me condicionar melhor para o futebol. Mas esse assunto é para outro post.
         Então é isso, vocês agora conhecem uma de minhas paixões, e um pouquinho de mim.

3 comentários:

  1. vc sabe onde posso encontrar um patins desses de 4 rodas tradicional em goiânia-go... aguardo respostas!

    ResponderExcluir
  2. Oi Gabriela, só agora vi se comentário! Eu não sei te dizer uma loja em Goiânia que venda os patins de quatro rodas tradicional, mas tem um site que vende. É o http://www.patins.com.br/
    Você pode procurar por academias de patinação artística em Goiânia, onde provavelmente eles possam te indicar uma loja que os venda. Um abraço!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...